As instituições escolares buscam se adequar as novas realidades: globalização, mobilidade, intercâmbios internacionais, fatores esses que ressaltam a importância de dominar uma segunda língua.

O ensino bilíngue apresenta, nos diferentes países ou regiões, peculiaridades que variam de acordo com os públicos a que se dirige, o contexto sociolinguístico, o status das línguas ensinadas, etc.

Embora anteriormente fosse destinado a estudantes de regiões tradicionalmente bilíngues, mais e mais escolas estão oferecendo o ensino bilíngue em territórios oficialmente monolíngues.

Mas será que vale mesmo a pena colocar os filhos em uma escola bilíngue, até porque é um ensino dispendioso. Confira agora nesse post: Ensino Bilíngue: moda ou um investimento indispensável?

Os benefícios de um ensino bilíngue 

Diversas vantagens de diferentes tipos são atribuídas ao ensino bilíngue. Além dos benefícios socioeconômicos – estudos, mobilidade, oportunidades de emprego – algumas outras vantagens são:

Quais são os objetivos de um ensino bilíngue?

De fato, um dos objetivos da educação bilíngue é treinar indivíduos que possam dominar o idioma da aprendizagem e da comunicação juntamente com o primeiro idioma.

A educação bilíngue pode ser organizada nas quatro categorias a seguir: desenvolvimento cognitivo, desenvolvimento afetivo, crescimento linguístico e enriquecimento cultural.

O consenso de especialistas no campo da educação bilíngue é que o objetivo principal da educação bilíngue não é necessariamente ensinar inglês ou um segundo idioma, mas ensinar conceitos, conhecimentos e habilidades através do idioma que eles conhecem melhor e reforçar essas informações através de uma segunda língua.  

O ensino bilíngue é uma nova maneira de conceber toda a gama de educação. Essa aprendizagem exige repensar todo o currículo em termos dos melhores instrumentos de ensino.

Quais são os princípios à aquisição de segunda língua?

A aquisição da segunda língua é contínua, interativa com a cognição e governada por regras. É adquirido pelo aluno através da interação com o ambiente.

Princípios:

Qual a importância da motivação na aquisição de uma segunda língua?

A motivação é uma força poderosa no aprendizado de segunda língua. Ela governa a necessidade de se comunicar, fazer amigos, se identificar com um grupo social, fazer parte de uma comunidade e começar a planejar o futuro.

A motivação se torna positiva, já a ansiedade se torna um inibidor da aprendizagem. A autoconfiança está muito relacionada a aquisição efetiva de uma segunda língua.

Durante o processo de aprendizado do segundo idioma, o aluno pode inserir palavras de cada idioma na mesma frase. Novamente, essa tendência demonstra uma motivação para falar a segunda língua, e é uma maneira de permitir expressões precisas que carregam conteúdo cultural e podem ser declaradas em uma determinada língua.

Qual a idade ideal para a aquisição de uma segunda língua?

Conclusão

De fato, o ensino bilíngue é um excelente investimento, se tornando indispensável, já que ajuda a aprofundar o conhecimento das línguas e culturas associadas a elas, o que nos convida a pensar e entender o mundo de maneira diferente.

Também motiva os alunos, promovendo práticas linguísticas autênticas e dinâmicas em diferentes disciplinas escolares. Ao reunir a linguagem e o conhecimento, os alunos são incentivados a exercitar a flexibilidade mental, o que se traduz em melhores habilidades de resolução de problemas em várias situações e maior autonomia.

E então gostou do post de hoje? Deixe sua opinião nos comentários e não se esqueça de compartilhar esse post para que outras pessoas também possam ter acesso a esse conteúdo.

Para saber mais sobre o Ensino Bilingue aqui no Colégio Privilégio, entre em contato conosco que teremos o maios prazer!

Até a próxima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *